quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Os principais ensinamentos de Içami Tiba, autor do best-seller "Quem Ama, Educa!":
1.      Pai e mãe não são amigos; são pai e mãe e cobram responsabilidade dos filhos.
2.      Existe o "sim" e o "não". O "não" é importante porque, ao crescer sem ter ouvido essa palavra, os filhos espanam ao menor apertão, quando contrariados. Se tornam adultos sem senso de ética, gratidão, civilidade...
3.      A mãe integrada ajuda na arrumação do quarto, mas não o faz sem o filho. Se importa em ensiná-lo a cuidar do ambiente em que vive e das suas coisas.
4.      A felicidade existe em diversos níveis, mas a que importa é a social. Fazer o bem, não importa a quem, e não fazer o mal a ninguém. Se os pais vivem esse nível, os filhos também viverão.
5.      A arte de ser mãe e pai é desenvolver os filhos para que se tornem independentes e cidadãos do mundo.
6.      Mães que trabalham fora não devem tentar compensar sua ausência permitindo tudo. Devem usar uma rede de educação e ter em mente que, na hora em que estiver fora, tem alguém tomando conta do seu filho - e não deve se sentir culpada.
7.      A família moderna é muito distinta da tradição anterior. O traço marcante é que está desmembrada e falta convivência: cada um come fora da hora, no seu quarto e conectado com o mundo. É preciso aumentar o relacionamento com os filhos, aumentar a troca afetiva e elevar a estima. Senão, eles vão procurar afeto fora.
8.      É fundamental que os pais acompanhem o estudo dos filhos e não deixam inteiramente para a escola essa responsabilidade. 
9.      Disciplinar não é punir. Por exemplo, em uma briga em escola, um aluno machuca o outro. Não adianta o pai do aluno que agrediu pagar as despesas do hospital para o que se machucou e a escola suspender o agressor. A melhor coisa é aquele que bateu cuidar de quem foi agredido: fazer curativos, acompanhá-lo ao médico, independentemente da idade dos alunos. O agressor verá, com clareza, o estrago que provocou, e assim pode tentar mudar seus métodos.
1 .  O elemento relacional tem de entrar. Enquanto o adolescente não aceita uma pessoa, não aceita o que ela diz. Quando um burro fala, o outro baixa a orelha e não escuta. O adolescente que abre a boca abre os ouvidos. Quando ele fala, se compromete, dá pistas do que pensa e por onde os pais podem ser melhor entendidos.


                                                                                                                                                 Içami Tiba


Provérbios 22:6

“Instrui o menino no caminho em que deve andar, e, até quando envelhecer, não se desviará dele.”




sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017





Mulenvos de Cima
PROJETO ESPERANÇA BRASIL ANGOLA
Um Projeto que esta localizado nos Mulenvos de Cima.
Uma Escola Cristã que educa uma geração por Princípios Bíblicos esta mudando a realidade social de muitas crianças.Orem pelas crianças enquanto assiste os videos.Orem por seus lares por famílias que precisam de Jesus ! Nos somos gratas pelo carinho e participação dos irmãos das amadas igrejas que oram e cooperam doando material de higiêne pessoal e material escolar. Continue junto conosco em Missão em Angola - Luanda.
 “Levanta-te, clama de noite no principio das vigílias, derrama o teu coração. Como água perante o Senhor; levanta a Ele as tuas mãos pela vida de suas crianças.” Lamentações 2 v19




video